Transformar o mundo só é possível, quando conseguimos nos transformar internamente, da mesma forma que o mundo muda o tempo todo, lá fora de nós.

Mudar de opinião e reconhecer rápido seus erros, é próprio dos gênios.

Albert Einstein, por exemplo, costumava dizer que a autocorreção era uma de suas maiores virtudes. Dizia ele:

“Nunca vou fazer nada direito, se estiver sempre cego em relação a meus erros, fraquezas e necessidades. Não há evolução na negação do óbvio.”

Se por acaso, você não encontrar esse pensamento em suas pesquisas, nem atribuído ao Einstein, e nem a ninguém, é porque esqueceram de escrever sobre essa ideia dele.

Afinal, ninguém chegaria à ‘Teoria da Relatividade Geral’, sem essa premissa.

Anúncios

Escrito por Paul Sampaio

PAUL SAMPAIO CHEDIAK ALVES é professor, locutor, apresentador de rádio e TV, web designer e diretor fundador da REDE SAMPAIO de Televisão e Sites.