Mais visualização da realidade e menos gramática

No início do curso, o aluno entra em contato com o que é a ‘Estrutura Básica da Linguagem Humana’, que se aplica a qualquer língua, e que ajuda bastante no entendimento da formação das frases, que apesar de terem também uma nomenclatura gramatical, são abordadas a partir de símbolos mais comuns, como ‘pessoas, lugares, coisas, tempo e atividades’.

Falingles é um método simplificado de aprendizado da língua inglesa, escrita e falada, para brasileiros.

Desenvolvido pelo professor Paul Sampaio, a partir de pesquisas e experiências em sala de aula, o método enfatiza a fala do idioma, priorizando o entendimento através da repetição, ao invés da quantidade de informação.

Todos os capítulos do método serão escritos e postados no site Falingles ( falingles.com ), a partir do dia 11 de fevereiro de 2018.

Professor Paul Sampaio

Todos os detalhes do método foram pensados e trabalhados com o intuito de manter o aluno interessado pela língua, a ponto de conseguir definitivamente falar inglês, sem interrupções ou evasão (fuga) do curso.

Para isso, o método usa como apoio: música, citações, jogos, cenas de cinema e TV, aulas com diferentes professores que oferecem cursos gratuitos na internet, e diversos outros conteúdos para auxiliar na inteligência do funcionamento da língua.

Uso do português até o nível intermediário

Muitas escolas orientam seus professores a só falarem inglês durante as aulas, além de proibirem a utilização de traduções na língua materna do aluno, no caso do Brasil, a língua portuguesa.

Contudo, após anos de experiência com vários tipos de abordagem e métodos, acredito que o trabalho bilíngue, em inglês e em português ao mesmo tempo, facilita demais o aprendizado do aluno, além de evitar sua evasão (fuga) daquele ambiente desconfortável do ‘não entendimento’.

Enquanto o aluno não é capaz de entender quase nada da língua, precisamos sim, do português, para envolvê-lo na atmosfera do conteúdo.

Existe uma diferença enorme entre morar em um país de língua inglesa, onde se ouve, lê, escreve e fala inglês 24 horas por dia, de um curso, feito no Brasil, usando algumas vezes, apenas duas horas por semana com o aprendizado.

Acredito que o principal não é proibir a língua mãe como ferramenta, e sim, utilizar materiais interessantes com o aluno, para que este, esteja sempre em contato com o inglês em momentos fora de aula, combinando assim, as horas de aula com o professor e diversas atividades de imersão na língua, em seu tempo livre.

Limitação de conteúdo e ênfase na repetição

No Brasil inteiro temos a língua inglesa sendo ensinada em todas as escolas como matéria curricular obrigatória, contudo, quase ninguém no país fala inglês. Culpa das toneladas de textos, áudios e vídeos … montanhas de conteúdo complicado, que causam confusão e defasagem (desnivelamento) de aprendizado entre os alunos.

Enquanto nenhum dos alunos é capaz de fazer perguntas simples com o verbo ‘to be’ ou o verbo ‘to do’ no Presente, os professores são obrigados a continuar com os programas e livros que ‘já querem’ ensinar as ‘tristes’ listas de verbos irregulares, o que é um grande absurdo que nunca funciona, e que nunca funcionará.

Os falantes da língua inglesa (a língua universal) por aqui no Brasil, se limitam a pessoas que fizeram curso em uma escola de línguas especializada em inglês, ou àquelas que já tiveram oportunidade de morar fora.

Existem também os raros casos de pessoas autodidatas, que foram capazes de aprender por si mesmas, sem a colaboração de escolas e professores, contudo, estes casos são realmente raros, e lembremos, todo curso ‘on line’, só serve para pessoas assim, que conseguem aprender sozinhas.

Logo, alunos ‘on line’, precisam de muito mais atenção e técnicas de ensino, do que os alunos de uma escola, visto que ‘nós professores’, não podemos acompanhar o desenvolvimento deles passo-a-passo.

Sendo assim, precisamos de todo tipo de material ou atividade que possa ser feita fora de aula, como apoio ao ensino que tentamos ministrar. E repetição do básico. Repetição e mais repetição (mental e da fala). O que não significa de maneira alguma, copiar a mesma frase várias vezes, como eram os castigos de antigamente.

Entenda repetir aqui, como exercício de apreensão e manutenção de vocabulário.

Somente a repetição e a associação das novas informações com informações antigas que já tínhamos bem enraizadas em nossa memória, são capazes de fazer o aluno guardar estas novas informações na área mais interna do cérebro, onde fica a memória permanente, e não apenas na parte frontal do cérebro, onde fica a memória recente, que rapidamente é deletada.

Memórias de curto prazo são processadas na parte frontal do cérebro em uma região altamente desenvolvida, chamada lóbulo pré-frontal.

Então, a memória de curto prazo é convertida em memória de longo prazo no hipocampo, uma área mais profunda do cérebro. O hipocampo ajuda a solidificar o padrão de conexões que formam uma memória.

O Jogo Falingles

O método tem como característica básica, a formação de frases em inglês, a partir de frases em português que já temos na cabeça.

Para ajudar neste processo, dividimos as aulas em setores de aprendizado (input), onde ocorre a entrada da informação, e setores de produção (output), onde o aluno precisa colocar para fora o conhecimento, escrevendo e falando inglês.

O principal exercício para a fala da língua no método, é a parte da aula chamada de Jogo Falingles, onde o aluno precisa traduzir frases do português para o inglês, com o auxílio de um tabuleiro de palavras coloridas, em inglês e em português. Gradativamente, com o decorrer do curso, as traduções vão sendo retiradas e o tabuleiro começa a apresentar apenas as palavras em inglês.

O Jogo, além de ajudar a formar as frases durante a aula, também auxilia pensamentos futuros a serem concatenados, porque gera referências mentais para a criação de frases.

Atividades em Aula

Cada aula tem a duração de 1 (uma) hora, e é dividida em 8 partes:

  1. ▒ RESUMO da AULA (Class Summary) – Apresentação do conteúdo básico da aula e sua utilidade
  2. ▒ ÁUDIO e VÍDEO (Audio and Video) – Material próprio do Método Falingles e conteúdos da internet
  3. ▒ GRAMÁTICA e ILUSTRAÇÕES (Grammar and Illustration) – Regras e desenhos para auxiliar o Jogo
  4. ▒ JOGO FALINGLES (Falingles Game) – Tabuleiro de palavras coloridas, nas duas línguas, e frases para traduzir do português para o inglês
  5. ▒ RESPOSTAS para o JOGO (Answers for the Game) – As frases corretas em inglês para o Jogo Falingles
  6. ▒ CHAT (Conversa) – Tradução de frases do português para o inglês, sem o uso do tabuleiro do Jogo Falingles, exercitando a conversação desde a primeira aula
  7. ▒ IMERSÃO (Immersion) – Conteúdos relativos à aula que podem ser usados como apoio, e em ciclos futuros de estudo
  8. ▒ FICHA TÉCNICA (Datasheet) – Créditos trazendo as fontes dos materiais usados e detalhes sobre a aula

O corpo do método

Por fim, o método foi desenvolvido em 50 capítulos (subdivididos em 5 fases), que deverão ser repetidos pelo menos uma vez, alternando o conteúdo básico de cada aula, a partir do segundo ciclo, pelo conteúdo extra que se encontra no item 7 de cada capítulo, chamado de ‘imersão’.

A cada 10 aulas temos uma revisão (uma aula inteira com o Jogo Falingles), e em seguida, uma aula com ‘gramática futura’, trazendo conteúdos normativos geralmente inclusos no início e no meio dos cursos, mas que entendemos ser, matéria dispensável para alunos iniciantes.

    1. Apresentação do Curso
    2. Estrutura Básica da Linguagem Humana
    3. Pessoas e Atividades – Pronomes e Verbos
    4. Coisas e Qualidades – Substantivos e Adjetivos
    5. Letras, Palavras e Quantidade – Alfabeto, Números, Singular e Plural
    6. Cumprimentos, Despedidas e Expressões
    7. Perguntas e Negações – Relativos e Auxiliares
    8. Condição Humana e Lugares – Estados e Direcionamento
    9. Apresentações – Perfil Pessoal, Pronomes Demonstrativos e Advérbios
    10. Revisão – JOGO FALINGLES completo
    11. Gramática Futura
    12. Pessoas e Coisas – Localização e Preposições
    13. Tempos das Atividades – Dias, Meses, Conjugações e Advérbios
    14. Tempo Presente e Imperativo – Verbos e Advérbios
    15. Tempo Passado e Pretérito – Verbos e Advérbios
    16. Tempo Futuro e Condicional – Verbos e Advérbios
    17. Ser e Estar contra o Resto – TO BE vs TO DO – Tempo Presente
    18. Existência de Coisas e Pessoas – THERE TO BE – Tempo Presente
    19. Quantidade de Coisas e Pessoas – MUCH – MANY – Tempo Presente
    20. Revisão – JOGO FALINGLES completo
    21. Gramática Futura
    22. O Mundo Agora – Tempo Presente Contínuo – ING
    23. Propriedade, Si mesmo e Filiações – Pronomes Possessivos (Adj.) e Reflexivos
    24. Números e Utilizações
    25. Ligação de Ideias – Conexão de Frases
    26. Ser e Estar contra o Resto – TO BE vs TO DO – Tempo Futuro
    27. Existência de Coisas e Pessoas – THERE TO BE – Tempo Futuro
    28. Quantidade de Coisas e Pessoas – MUCH – MANY – Tempo Futuro
    29. Músicas, Filmes e Internet
    30. Revisão – JOGO FALINGLES completo
    31. Gramática Futura
    32. Pessoas e Atividades – Pronomes e Verbos (Parte 2)
    33. Coisas e Qualidades – Substantivos e Adjetivos (Parte 2)
    34. Letras, Palavras e Quantidade – Alfabeto, Números, Singular e Plural (Parte 2)
    35. Cumprimentos, Despedidas e Expressões (Parte 2)
    36. Ser e Estar contra o Resto – TO BE vs TO DO – Tempo Passado
    37. Existência de Coisas e Pessoas – THERE TO BE – Tempo Passado
    38. Quantidade de Coisas e Pessoas – MUCH – MANY – Tempo Passado
    39. Músicas, Filmes e Internet
    40. Revisão – JOGO FALINGLES completo
    41. Perguntas e Negações – Relativos e Auxiliares (Parte 2)
    42. Condição Humana e Lugares – Estados e Direcionamento (Parte 2)
    43. Apresentações – Perfil Pessoal, Demonstrativos e Advérbios (Parte 2)
    44. Pessoas e Coisas – Localização e Preposições (Parte 2)
    45. Tempos das Atividades – Dias, Meses, Conjugações e Advérbios (Parte 2)
    46. Tempo Presente e Imperativo – Verbos e Advérbios (Parte 2)
    47. Tempo Passado e Pretérito – Verbos e Advérbios (Parte 2)
    48. Tempo Futuro e Condicional – Verbos e Advérbios (Parte 2)
    49. Revisão – Apresentações – Perfil Pessoal
    50. Encerramento do Ciclo – JOGO FALINGLES completo

Autor do Método

Anúncios

Escrito por Paul Sampaio

PAUL SAMPAIO CHEDIAK ALVES é professor, locutor, apresentador de rádio e TV, web designer e diretor fundador da REDE SAMPAIO de Televisão e Sites.