Lutar por quem, e para quê?

sofrimento do Cristo

Um mundo de individualistas.

O avanço tecnológico e do consumo capitalista, acabará gerando a maior onda de egoísmo e introspecção, já vista na História da Humanidade, neste século XXI.

Quase todos os grupos coletivos, se esvaziarão por causa da corrupção, mentiras e falta de comprometimento com o público e com a seriedade. Basta que iniciem seus estudos, e comecem através da graça da sabedoria, entender como vinham sendo feitos de besta.

E os revolucionários, como nós, se sentirão em uma terra de ninguém, bem pior do que já nos sentimos hoje.

A pergunta para nós neste século, será: lutar por quem, e para quê?

Por mais que façamos, a Humanidade parece gostar de ser enganada por sua casta, historicamente mais forte.

Nem todo sofrimento que já passamos neste planeta com as catástrofes naturais e guerras, causadas por nós mesmos, foram suficientes para progredirmos no sentido da colaboração mútua, com o bem-comum norteando nossos vidas. Nem todos os mártires e sangue, que já tivemos e derramamos pela História, trouxeram a Luz que faltava para o Todo.

Amar o próximo, nos dias de hoje, tem uma conotação mais erótica do que cristã. A máxima trazida por Jesus, está no coração das pessoas, mais para a expressão ‘a fila anda’, do que para a caridade despretensiosa e servil.

Amor virou sinônimo de sexo, e Partilha virou sinônimo de mercado de capitais.

Enfim, só se for para lutar pela Humanidade que poderíamos ser, não pela que somos hoje.

Quem sabe até o final do dia, eu consiga vencer esse pessimismo latente dentro do peito … quem sabe, eu não passe de um analista de merda, e o mundo na verdade, esteja bem melhor do que isso, e meus olhos e minha mente é que estejam defeituosos.

Que Deus nos abençoe com alguns operários pensantes em nossa messe, e que saibamos transformar melhor nossas próximas salas de aula. Temos sido professores horrorosos.

Até hoje, esse Planeta ainda não tem coração. E somos nós, que temos olhos para enxergar nessa Terra de cegos, que somos os maiores culpados. Deveria ser nossa essa briga, já quase perdida.

Assim Seja.

Paul Sampaio

07:35:30 – sábado, 03 de maio de 2014

 

Anúncios