Pra ver o Filme custa 1 Milhão de Reais

indenização

p.S.: Texto satírico, escrito em  23 de janeiro de 2014 às 16:08, e criado para provocar o Alto Clero, fazendo alusão à sua costumeira mania de esconder seus podres, pagando indenizações milionárias para uma pessoa, ou família corajosa, que se expõe, e procura os Tribunais – a Justiça. O objetivo era claro: fazer piada, visto que seria um absurdo uma Instituição pagar R$ 1 milhão de reais por um ingresso de cinema-garagem, para assistir um filme onde é humilhada, junto com todos os representantes e autoridades legais do Estado … os termos da indenização, claro, foram para mostrar que eu nunca tive intenção de ganhar dinheiro com esse filme, e evidentemente, serviu para mostrar as mazelas administrativas do bispado atual.

Em verdade, ninguém irá assistir este filme. Palavra de Paul Sampaio. Minha palavra, durante quase toda minha vida, nunca valeu um tostão furado. Porém hoje, é mais forte que o carvalho.

Esta carta, foi justamente o documento que a assessoria jurídica do bispado, achou por bem usar como motivo para uma queixa na Polícia Civil, contra mim, e contra o Padre Beto. Tal queixa, foi feita pessoalmente pelo próprio Bispo Dom Caetano Ferrari, o que mostra quais são as intenções da Igreja no momento. Depois de afastar o Padre que foi pivô da conspiração recentemente, o Alto Clero já está isolando o Bispo também, para que ele responda como cidadão, e não pela Igreja Católica.

Lamento dizer, mas isto não vai servir para os nossos propósitos. Precisamos de Verdade e Retratação. Não precisamos de dinheiro, isso a gente já sabe trabalhar para ganhar. Queremos respeito, e retratação com a Comunidade Católica de Bauru.

Paul Sampaio

 

(Íntegra do Texto) Todas as nossas conversações com a Igreja, continuarão sendo feitas no próprio facebook, a nova casa do Cristo hoje.

Seguinte … já adiantando para todos os membros da Igreja Católica que também me perguntarem a respeito, e desejarem ver o longa-metragem sobre a Máfia dos Padres Gays de Bauru, a Igreja terá que pagar 1 Milhão de reais caso queira ver sua própria podridão, para uma exibição privada, particular, aqui no estúdio-garagem que tenho em minha casa.

Caso haja concordância, formaremos uma Comissão, convidando Padres idôneos da Diocese, membros da OAB de Bauru e do Ministério Público, para acompanhar a exibição, e administrar os recursos pagos pela Igreja.

Este 1 Milhão de Reais será pago como ingresso, a título de indenização para os fiéis católicos, e para toda região da Diocese de Bauru, enganados até agora.

E obedecendo as orientações do Mestre Jesus, o dinheiro deverá ser distribuído da seguinte maneira:

> R$ 100.000 em cédulas, em espécie, para serem distribuídos em quatro domingos diferentes,  para as crianças das 41 Paróquias, em sinal de desculpas à comunidade.

> R$ 500.000,00 a serem distribuídos APENAS entre as paróquias mais pobres, que passam o ‘pão que o Diabo amassou’, para que as Paróquias Ricas da Máfia possam pagar pela luxúria de seus Sacerdotes.

>400.000,00 a serem divididos entre as Associações de Bairro, Conselhos Municipais, Instituições de Caridade e Movimentos Sociais (principalmente o Movimento LGBT, que tanto sofreu com essa política da Igreja). Quanto a esta divisão dos recursos, a comissão por nós criada, deverá ainda, planejar sua divisão.

> quanto à minha parte, pelo trabalho de oito meses de investigação, entrevistas, pesquisa, roteiro e edição … Jesus me mandou entrar na fila das crianças. Disse pra mim que eu não fiz mais do que minha obrigação.

_______________

O filme pode sair de graça para a Igreja. Basta não fazer nada, e deixar tudo como está. E pronto. Todo mundo vai poder ver em casa mesmo, em seu computador sem custo algum.

_______________

Poderemos também, enterrar o filme a sete palmos. Basta a Igreja tomar vergonha na cara, e fazer sua parte – reintegrar o Padre Bom, e afastar os do Demônio. Simples. E ninguém se machuca.

_______________

Caso, acionem a justiça, para aprenderem nossos equipamentos, lamento informar, que os profissionais de TI a serem contratos, não vão encontrar em meu computador, no IP em que trabalho, esta pérola da Idade Moderna … claro que não. E nem encontrarão pistas em lugar nenhum, dos compartilhamentos em privado para todos meus amigos em fé. Jamais mexeria com coisa tão grave, e gente tão poderosa, caso não pudesse vencer no final. As inteligências do nosso lado, desculpem dizer, superam com sobra, a de todo esse grupo de padres mafiosos e relapsos.

Anúncios