Comunicado ao ‘Bauru Acordou’

Oi pessoal. Passei só pra deixar um alô sobre a saída do grupo, dentro do Facebook, e pedir pra vocês comunicarem ao grupo o que estou escrevendo, ou se preferirem, podem postar lá … sem problemas. Só não faço isso, porque não posso.

Na verdade, não é por nenhum de vocês que saí e que estou escrevendo, contudo, todos vocês estão de alguma maneira, ligados pelo facebook a mim, e participaram da minha história nos Atos, ou vídeos colocados na Bauru TV.

Apesar de membros do ‘Bauru Acordou’ já terem dito lá, que eu me virei contra o movimento, e que era mesmo um oportunista, e que enfim, eu estava mostrando a minha cara de mau caráter, e coisas do tipo …

Bem, gostaria de dizer que, todos os vídeos que gravei com vocês, continuarão na Bauru TV, e que minha intenção não era me aproveitar do movimento, e sim, unir forças.

Nunca mostrei a truculência nas ocupações, mesmo com o pedido de alguns de vocês, porque sempre achei desnecessária e impopular. Não seria bom para o movimento. Por isso, todos os vídeos de vocês na Bauru TV, vocês aparecem bem na fita. Como um movimento legítimo, e que eu inclusive apoiava claramente. Vocês aparecem super bem, até no vídeo do Aniversário da Cidade .. onde, toda a mídia já havia ficado de nariz torcido pra vocês. Acredito que não preciso explicar tudo de novo o que acho do isolamento que aos poucos vocês foram procurando, com suas próprias decisões, de todos aqueles que faziam política em Bauru, antes de vocês chegarem a três meses atrás.

Vocês “meio que chegaram” entre os antigos e disseram: CHEGAMOS. Viemos comandar a festa, e se vocês quiserem, podem até participar. Como se o conhecimento de causa não importasse em nada, e apenas o direito como cidadão.

Porém, quem quer construir, e não é engenheiro, precisa chamar um, acreditem.

Sinto ser duro agora, contudo, como profissional de marketing político de TV, desde 1996, na minha opinião, a credibilidade do ‘Bauru Acordou’, acabou de ser enterrada pelas TVs abertas e pelo JC. Exatamente o que eu disse que aconteceria, em explicação às minhas edições de vídeo.

Eu disse: Não pensem que vocês tão falando em nome do povo, porque o povo depois não vai te apoiar … as pessoas NÃO VÃO entender os propósitos legítimos do movimento, se ficar mostrando invasão, ocupações e o caralho. E a galerinha mandando ver no youtube … enchendo a rede de provas materiais contra o movimento. Por causa disso, podem criar outra Comissão interna aí: a do Jurídico. Mas dessa vez, vê se aceita gente que conhece do assunto. Chamem um profissional da área, porque vocês vão precisar.

Estou escrevendo em mensagem privada, porque jamais coloquei e nem colocarei algo falando mal do movimento na Bauru TV. Porque entendo e concordo com as causas de vocês. Mas não concordo com os métodos.

Minha TV seria um diferencial, apenas se vocês estivessem dispostos a seduzir a opinião pública com inteligência, planejamento, aos poucos. Exatamente como eu havia proposto.

Mas não desse jeito. Em tempo de gestação de um gato, em três meses. Nesse tempo não se elege nem um vereador, quanto mais transformar a situação caótica da saúde, transporte … tem que ter planejamento e inteligência(no sentido de informação, agora), como a polícia deve estar fazendo com vocês. Investigando. E eles tem armas bem melhores que o google, acreditem.

Revolução não é como fazer pastel. Pra se arriscar a fazer uma ocupação, tem que saber exatamente o que quer ali. Mas vocês jamais assumem o despreparo. Já sabem tudo parece. Agora vocês vão ver o quanto é difícil gerar uma mobilização de massa. Sem a tempestade cívica que levou 5.000 às ruas, vocês precisarão usar as mesmas armas que eu, a Gisele, o Roque (que já consegui transformar essa popularidade em votos suficientes para cargo público), e todos os outros militantes e ativistas que querem o bem de Bauru também (e que alguns do grupo desprezaram e xingaram), usam – a oratória. O discurso.

É isso aí. Bem-vindos à República Democrática de Direito – onde quem não é mafioso e quer governar também, vai ter que saber SEDUZIR com o discurso.

Não vale dedo na cara do outro, e dizer pro cidadão que é obrigação dele lutar pela saúde, educação … ele não vai atrás de você. É difícil pra caralho mobilizar. E os mais despreparados além de não ouvirem a gente, dizem agora, que nenhum de nós presta

E que eu, Paul Sampaio Chediak Alves, sou pelego?

Beleza, boa sorte. Vão à luta. Acordem Bauru aí. Sucesso.

Paul Sampaio

Anúncios