O Despertar do Ser


hubble004


Muito nojo, um pouco de gelo e uma intuição aguçada.

Numa situação em que talvez ninguém topasse assumir.

Favorável ou não, a escolha nunca pareceu depender de mim,

Além do sim, nada pude fazer senão parir.

E numa espécie de dor abismal, nasce mais uma estrela no mundo.

Nosso trabalho nada mais é do que servir-lhe como uma ferramenta.

 

Que tanto come quanto alimenta.

Que tanto vive quanto lamenta.

Mas que nunca desiste antes do fim.

 

Como o galo de briga mais maltratado da rinha,

Alguém sempre padece … para que o mundo

Tenha a chance de melhorar, e de se tornar mais humano.

Para que a vida tenha sua chance.

Para que a luz … continue a brilhar.

Paul Sampaio

Bauru, 28 de maio de 2015 – 17:11 – 19º


hubble013


 

Anúncios