Corinthians campeão e Sócrates homenageado

copa são paulo, futebol, júnior, corinthians, botafogo, ribeirão preto, sócrates, campeãoVeja o gol da vitória do Corinthians por 1 a 0 sobre o Botafogo-SP.

Falha do goleiro ajuda Timão a ser mais uma vez, campeão da Copa SP.

Corinthians vence azarão e conquista a Copa SP


 

FICHA TÉCNICA
Data: 25/10/2015
Horário: 10h50
Local: Estádio do Pacaembu (São Paulo-SP)
Árbitro: Thiago Scarascati
Assistentes: Leandro Feitosa e Fabrini Bevilacqua
Cartões amarelos: Guilherme Arana e Léo (Corinthians); Alex e Daniel (Botafogo)
Gol: Maycon, aos 21 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS
Caíque, Léo Príncipe, Rodrigo San, Rafael Augusto e Guillherme Arana; Marciel, Maycon, Matheus Vargas, Marcinho (Lauder), Yan (PC) e Gabriel Vasconcelos
Técnico: Osmar Loss

BOTAFOGO-SP
Talles, Giovani (Carlos), Caio Ruan, João Neto e Mayc; João Vitor, Túlio Souza (Daniel), Alex e Wesley; William (Erik) e Isaac
Técnico: Rodrigo Fonseca


 

Jogadores do Corinthians comemoram gol de Maycon, que deu a vitória e o título ao clube
Jogadores do Corinthians comemoram gol de Maycon, que deu a vitória e o título ao clube

GUILHERME YOSHIDA – COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Com um gol que contou com uma falha do goleiro adversário, o Corinthians derrotou o Botafogo-SP por 1 a 0 neste domingo (25), no estádio do Pacaembu, e conquistou pela nona vez o título da Copa São Paulo de futebol júnior.

No lance, já aos 21min do segundo tempo, o volante Maycon arriscou um chute da intermediária e viu o goleiro Talles aceitar a finalização ao tentar segurar a bola e deixá-la entrar no fundo do próprio gol.

Com a vitória, a equipe do técnico Osmar Loss conquistou a competição com 100% de aproveitamento. De quebra, com o feito nesta manhã, o Corinthians ampliou a sua vantagem sobre o Fluminense ao conquistar o torneio por nove vezes. O time carioca tem cinco títulos.

Já a equipe de Ribeirão Preto, considerada a principal zebra da competição deste ano, conquistou o vice-campeonato pela sua segunda vez na história, depois de ter sido derrotada pelo Atlético-MG em 1983.

O jogo não foi dos melhores tecnicamente nesta Copinha. Devido ao forte calor do horário esdrúxulo em que a partida foi disputada, somado ao nervosismo dos garotos pela importância do confronto, os dois times abusaram da ligação direta da defesa para o ataque e cometeram muitos erros nos passes, principalmente na primeira etapa.

maycon-do-corinthians-comemora-gol-do-tc3adtulo-na-copa-sc3a3o-paulo-de-futebol-junior.Mesmo assim, o Corinthians, empurrado pela torcida que compareceu em bom número no Pacaembu, tomou as primeiras iniciativas na decisão. Com mais posse de bola, os corintianos criaram as melhores chances em jogadas de velocidade pelos lados do campo.

No entanto, que teve a melhor chance de abrir o placar primeiro foi a equipe de Ribeirão Preto. Aos 16min, Alex cobrou falta com curva e acertou a trave do Corinthians. No rebote, Túlio chutou a bola por cima da meta do goleiro Caique, que estava batido no lance.

O susto fez a equipe alvinegra recuar, o que permitiu o time do interior paulista ter mais confiança e aumentar a sua presença ofensiva. Com a nova postura do Botafogo-SP, porém, os corintianos começaram a encontrar espaços para contra-atacar e quase marcaram.

Aos 44min, após rápido contra-ataque, Gabriel Vasconcelos cruzou rasteiro para Yan, sozinho na pequena área, chutar a bola para fora, desperdiçando a melhor chance de o Corinthians abrir o placar antes do intervalo.

Com os times mais cansados fisicamente, o jogo ficou mais aberto no segundo tempo. Com mais espaços no meio de campo, as equipes começaram a rondar as grandes áreas adversárias com frequência.

Yan e Gabriel Vasconcelos quase vazaram o goleiro do Botafogo-SP em finalizações antes dos 10min, enquanto o zagueiro Caio, de cabeça, por pouco não colocou os botafoguenses em vantagem no marcador.

Mas, em um lance despretensioso, o Corinthians fez 1 a 0. Aos 21min, Maycon chutou forte da intermediária e contou com uma falha do goleiro Talles para decretar mais um título alvinegro na competição. O camisa 12 do Botafogo-SP tentou segurar a bola e a deixou escapar para o fundo do próprio gol.


GALERIA do POST

 

Anúncios