Kossuth – vida oprimida não é paz


  • “Sou um homem pacífico; Deus sabe o quanto amo a paz. Porém, espero jamais ser tão covarde que confunda opressão com paz“.


Lajos_Kossuth

Memorial da Revolução de 1848 em Gyongyos, na Hungria. A estátua é de Lajos Kossuth - 330px-Gyongyos_-_1848_Revolution_memorial_1
Memorial da Revolução de 1848 em Gyongyos, na Hungria. A estátua é de Lajos Kossuth

I am a man of peace. God knows how I love peace. But I hope I shall never be such a coward as to mistake oppression for peace.

“Kossuth in New England: A Full Account of the Hungarian Governor’s Visit to Massachusetts” – página 46, Lajos Kossuth, Editora BiblioLife, 1852, ISBN 1146734654, 9781146734653, 366 páginas

Lajos Kossuth (Monok, 19 de setembro de 1802 – Turim, 20 de março de 1894), político húngaro

Como deputado da Dieta logrou um foro independente para a Hungria dentro do Império Austríaco.

Chefe da insurreição de 1848, chamou os húngaros às armas para defender a independência frente aos austríacos e os eslavos e fez votar a queda dos Habsburgos.

Foi nomeado presidente do comitê de defesa da recém proclamada República da Hungria, em abril de1849.

Memorial de Kossuth no parlamento húngaro-330px-Kossuth_memorial_near_parliament_Budapest
Memorial de Kossuth no parlamento húngaro

Suas tropas foram derrotadas pelos russos, que intervieram no conflito em apoio dos austríacos, e Kossuth foi obrigado a exilar-se na Turquia após o fracasso de Villagos, em 13 de agosto de 1849.

Passou o resto de sua vida exilado, promovendo seu ideal de uma Hungria independente.

Lajos Kossuth_daugerro


Anúncios