A União Faz a Força

A União Faz a Força - mãos juntasEm São Paulo há perto 130 mil vagas nos presídios. Sendo umas 15 mil, inventadas pelo Governador. Se a maioridade passar a ser, a partir dos 16 anos no Brasil, será necessário aumentar este espaço ainda mais. Hoje, esses menores são detidos na Fundação Casa. Quando saem, logo voltam, depois de deixar marcas horríveis na sociedade. E ela, só pensa em amontoar de novo essas pessoas, e só se preocupa com o tempo que essas pessoas ficarão encarceradas, e não, com a maneira que ficam presas, nem, como vão voltar à sociedade – em que estado.

Enquanto todos só vêm monstros, eu vejo gente desperdiçada. Almas infelizes trazendo a infelicidade que sentem para os outros também. Vejo mão-de-obra. Vejo salas de aula e a reeducação.

Contudo, isso ainda não é tudo, porque aqui fora, as famílias dos detentos estão em situação de penúria, de miséria.

Até agora, nenhuma nação do mundo usa seu exército apropriadamente. Ficam a vida toda preparando-os para guerras que não estão acontecendo, enquanto nas cidades, perdemos batalhas diariamente.

Só exercícios de guerra diários, consertarão esse estado patológico da sociedade. Seja na saúde, assistência  e desenvolvimento social, e principalmente, na educação dos que chegam, e reeducação dos que já existem, mas se perderam.

Fazer o Estado funcionar não é o difícil. Difícil é fazer as pessoas quererem começar o trabalho certo. Cada um tem pelo menos 50 objeções ignorantes para cada solução possível. A imbecilidade e arrogância, parecem ser as coisas mais bem repartidas entre os humanos. Mas ainda assim, se nos uníssemos em nossa infância espiritual, com o propósito de melhorar de verdade a situação, tudo poderá mudar. Podemos sim, aprender a tratar os diferentes de maneira igual. Só falta o fator agregador agora.

Paul Sampaio

08:14:35 – sexta-feira, 04 de abril de 2014
Anúncios