Etiologia e a Filosofia das Guerras Pedagógicas

No Plano Superior, só vale Guerra de Conhecimento e de Talentos. E lá chamamos de Jogos. Mas tudo começou assim pra nós também, claro. Também já fomos crianças.

Contudo, há na primitividade um código de Ética sim, para os Guerreiros do Bem que são enviados à Terra.

Eles jamais podem usar as mesmas armas e estratégias dos guerreiros pouco esclarecidos do Mal.

Precisa sempre obedecer a certos critérios, contidos nas experiências das Guerras Pedagógicas. E os dois principais são: fazer o irmão enxergar, e depois convencê-lo – como dita os princípios da Dialética.

E se a Guerra é para educar, logo, já entendemos a base desta Filosofia: os professores, justamente por conhecerem tanto a matéria, são enviados para estas Guerras que não deverão ter sangue, e nem vencidos, para que elas sejam travadas apenas no domínio cognitivo.

Os Pedagogos da Guerra, resumindo, são os profissionais que fazem os exércitos dos encarnados pouco esclarecidos, recolherem suas armas, e proporem um acordo.

Apesar de parecer simples, colocar um exército num beco sem saída, sozinho, sem uma bala ou sequer o próprio revólver, só com a inteligência … é um trabalho só para professores muito bem treinados. Eis aí, uma das tarefas mais complicadas da Arte da Guerra.

E quando a situação se agrava, é comum o professor usar seu próprio sacrifício e martírio, como ato final de seu trabalho. E muitas e muitas vezes, fizeram isso. E muitas e muitas vezes, salvaram vidas e vidas humanas. E deixaram sua mensagem para as gerações vindouras, que devido ao tempo, já conseguiam entender o recado e transformar sozinhas suas vidas e da do Planeta Casa.

Cristópolis 2

filosofia da guerra trata a guerra para além das questões típicas de armamento e estratégia.

Questões como o significado e a etiologia da guerra, a relação entre a guerra e a natureza humana, bem como a ética da guerra, são alguns dos conceitos a serem estudados.

Certos aspectos da filosofia de guerra, devem ser analisados em conjunto com outras disciplinas, como a Filosofia da História, Filosofia Política e Filosofia do Direito.

+

etiologia (do grego “αιτία”, aitía, causa) é o estudo ou ciência das causas. Não há que se falar em Etiologia como termo restritivo de uma ciência isoladamente. A biologia, a criminologia, a psicologia, a medicina e várias outras ciências possuem em seu campo de atuação a presença de conhecimento etiológico, visando a busca das causas que deram origem ao seu objeto de estudo. O conceito abrange toda a pesquisa que busca as causas de determinado objeto ou conhecimento.

No ramo da biologia, a Etiologia se preocupa com as causas das doenças. Os agentes ou factores que causam uma doença, podem ser classificados como fatores endógeno (do próprio organismo) ou exógeno (do ambiente), pelo papel que desempenham na causalidade multifactorial das doenças e pelo seu potencial agressivo (virulência). Estudada em patologia humana, veterinária e vegetal.

Anúncios