Carta para o ‘Bauru Acordou’

ADMINISTRADORES

Depois de um contato com o Igor e com o Charles em mensagem privada, decidi passar por aqui pra deixar uma mensagem.

A humildade deles me sensibilizou, por isso vim.

Em primeiro lugar, gostaria de pedir desculpas por ter exposto minha opinião em aberto, no caso da ocupação da Secretaria. Apesar de discordar de vários pontos, meu comentário não ajudou em nada a fortalecer o grupo, nesta hora difícil que vcs atravessam. Poderia ter dito pessoalmente. Foi mal.

Quanto às ofensas pessoais que fizeram a mim e outros caras legais da cidade que também querem ajudar, deixa pra lá. Gosto muito de alguns membros do movimento, pra priorizar o destempero de um ou outro. Queria dizer, que quando eu falo palavrão, pelo menos consigo falá-los, sem dirigi-los a ninguém. Fico nervoso, mas não parto para um embate pessoal. Até com o prefeito, eu engoli seco, para não dizer um milhão e meio de podres “verdadeiros” sobre as noitadas dele e suas “preferências”, sobre os indícios fortíssimos de propina em alguns setores … mas enfim, de que vale o homem, sem sua honra ?

Vivemos hoje num mundo da Cultura do Direito, e não da Honra. Ninguém vai a público pedir perdão por seus erros, crimes … todos nesse país são instruídos a se dizerem inocentes para atenuar a pena. Daqui a pouco, podemos até ter um deputado presidiário fazendo Leis no Congresso Nacional, em regime semi-aberto … enfim, o prefeito foi mau-caráter, mas eu não precisava ser. Me rebaixaria ao nível dele, que já é a própria LAMA umbralina. E se também, não viesse aqui dar as caras, passaria sim, por mais um deles. Um homem sem moral.

Logo, peço novamente desculpas pela minha explosão, e prometo que caso seja ofendido pessoalmente de novo, tomarei o cuidado de mandar a pessoa TOMAR NO CÚ, em mensagem separada, ao invés de ficar trocando farpas em público e manchar o trabalho do ‘Bauru Acordou’.

Bem … boa sorte na audiência sobre a saúde, e tirem do Deputado Estadual Pedro Tobias, algumas verdades. Ele é o cara a ser procurado.

Perguntem sobre os milhões desviados do Hospital de Base, sobre os grupos que comandavam o setor na época … e se ele tinha alguma ligação com eles.

Perguntem a ele, como podemos estar vivendo em Bauru hoje, em Estado de Calamidade Pública na Saúde, sendo ele deputado estadual pela cidade, e amigo íntimo do Governador, aquele que decide sobre a fatia maior dos leitos disponíveis e recursos para o setor.

Se ele não for estar presente, peçam adiamento. Ele seria o único que poderia fazer algo a toque de caixa, antes mesmo dos primeiros recursos federais chegarem por conta da Calamidade.

Perguntem a ele também, o que ele tem feito pela APAE Bauru, que deverá fechar as portas em 2016, pelo fim das remessas públicas de recursos financeiros para a entidade, caso seja aprovada a META 4 do Plano Nacional de Educação. Perguntem porque a APAE passou tanta necessidade esse ano.

Apesar de as verbas virem pelo MEC, muitos alunos da APAE são atendidos por médicos e outros profissionais de saúde, de diferentes setores, e caso sejam colocados em uma escola pública, simplesmente morrerão sem os cuidados médicos. Logo, precisarão parar com a educação, e ficar em um hospital normal.

Para ajudar na preparação, vou deixar aqui o link de uma entrevista com o Tobias, outra com Monti, e um documentário que acabei de fazer com a APAE. Estudem esse material.

http://baurutv.com/2013/02/09/dr-pedro-tobias-fala-de-saude-publica/
http://baurutv.com/2013/03/15/entrevista-com-fernando-monti/
http://baurutv.com/2013/09/07/sos-apaes-nao-a-inclusao-radical/

Ainda sobre o Deputado, gostaria de acrescentar alguns detalhes.

Ele acredita que o SUS não tem, e nunca terá capacidade estrutural de atender toda demanda brasileira nesse setor. É … vcs leram direito mesmo.

Ele acredita que isso é impossível, logo, ele é daquele tipo de médico que pensa pacientes de forma estatísticas, e que pensa as pacientes mulheres, simples, de classe baixa, como as Donas Maria. Ele acha bonito isso. Popularesco. Ele as chama assim.

Então, ele pensa que as cirurgias de câncer de mama que ele faz, nas donas Marias, é que são a prioridade do SUS.

Ele aponta que muitas pessoas de classes sociais acima, mesmo tendo condições de pagar por um plano de saúde, sobrecarregam o SUS de tal maneira, que fica impossível tratar os mais pobres todos. Ou seja, segundo ele, pessoas sempre acabarão morrendo mesmo, dentro desse Sistema de Saúde que temos. Como ele diz: não dá pra fazer nada.

Até 2009, usei álcool, cocaína e crack por 20 anos. Depois que iniciei recuperação e parei de usar, comecei a estudar sobre o assunto, e inclusive criei um programa na TV com esse nome. (por isso minha agressividade latente … mesmo 4 anos depois, e mesmo estando sereno e limpo).

E quando pedi à minha esposa para entrevistá-lo, pudi perceber a filosofia dele em relação a doentes como eu (o alcoolismo e a dependência química são doenças progressivas que podem levar à morte, e não têm cura. A única maneira de sobrevivência, é a abstinência).

E pasmem … não é à toa que ele é do partido do governador que manda a PM tirar adictos das ruas no cacete …

Ele tbm é médico, mas não leu a parte que a Organização Mundial de Saúde identifica o alcoolismo e a dependência química como doenças. Ele vê esse problema apenas como questão de segurança pública, parece.

Apesar de ele ter lutado pra caramba contra o vício do cigarro, os outros vícios, ele vê como falta de caráter, e não como uma consequência nefasta da falta de controle do poder público sobre o tráfico, e sobre o tratamento daqueles doentes, que esse descaso acabou gerando na sociedade.

Aqui em Bauru existe o CAPs Álcool e Drogas (Secretaria Municipal de Saúde) , o AA, o NA … perguntem a ele, quais são os esforços dele nessa área.

Enfim, por essas e outras é que eu achei a ocupação da Secretaria descabida. Alvo errado. Da Prefeitura não vai sair nada agora. O Rodrigo não vai mexer em um tostão do cofre para este setor, depois de ter manchado o histórico político dele com a decretação de calamidade pública na saúde, em seu segundo mandato. Ele teria feito qualquer coisa pra evitar isso. Afinal, nas próximas campanhas, isso vai estar no topo da lista de trabalho dos marqueteiros que trabalharão contra ele. Visto que, um prefeito que trabalha direito, e se reelege, não iria jamais decretar calamidade pública na saúde, sem que houvesse um TSUNAMI, terremoto, desabamento. Isso só deveria acontecer em administrações despreparadas, concordam?

Então, se vocês conseguirem tirar o Tobias da zona de conforto com as perguntas, talvez, quem sabe, a gente salva algumas vidas nos pronto-socorros da cidade na semana que vem.

Um grande abraço a todos, e que Deus abençoe as decisões do Movimento. Assim Seja.

Anúncios