Audiência Pública entre o Prefeito Rodrigo Agostinho e a população da Cidade de Bauru.

29Nesta sexta-feira, 28 de junho, o Prefeito de Bauru, Rodrigo Agostinho, sentou-se na calçada em frente à Prefeitura, e por mais de três horas participou de uma Audiência Pública com manifestantes, agentes culturais, estudantes do movimento “Passe Livre” em Bauru, políticos, secretários, vereadores e jornalistas.

      Uma corda com policiais protegia a sede administrativa do município, e graças a Deus, não houve nenhum confronto e nenhuma gota de sangue foi derramada.

25

Bauru mostrou grande maturidade. O prefeito se senta com a população, não dá o que eles pedem, e mesmo assim, não há violência.

A população junto ao Prefeito, criou uma mesa diretora da Audiência, no meio da rua, fizeram-se inscrições para fala, e cada um respeitou seu tempo, a fila, e o direito do outro falar. Como se faz em movimentos sociais organizados e sérios. Como se faz em uma Casa de Leis, um Parlamento.

22

Contudo, o Movimento não teve praticamente nenhuma de suas reivindicações  satisfeitas, e por isso, já marcou um novo encontro para uma Assembléia, neste domingo às 15 horas, no Parque Vitória Régia.

Rodrigo Agostinho, anunciou na Audiência que dará 50% de desconto no passe escolar, e que já disponibilizou todas as planilhas dos contratos da Prefeitura com as empresas de ônibus diretamente em seu site. Disse também, no final, que se dispõe a sentar-se novamente para discutir esses e outros assuntos com a população.

Porém, deixou claro que, redução de tarifa já é algo fora de cogitação. Passe Livre e Tarifa Zero então …

20

A questão é: como pensamos transporte público ?

Sempre precisaremos ficar nas mãos dos monopólios, acorrentados a contratos onde licitações não adiantam, visto que as empresas que podem oferecer esses serviços serão sempre as mesmas, e ditarão as regras.

Deixaremos esse serviço essencial, para sempre privatizado em Bauru ?

Quando precisamos pagar para andar na cidade, não temos atendidos, direitos constitucionais básicos.

21

Direito à educação e saúde gratuita, por exemplo. Podemos estudar e nos tratar de graça quando adoecemos, mas claro, se tivermos dinheiro para chegar até eles. Se podermos pagar pela passagem do ônibus. Senão ficamos sem estudo e saúde.

Não podemos nos beneficiar desses dois direitos básicos do ser humano, simplesmente porque precisamos pagar para nos mover dentro da cidade.

Que tal se fizermos um pequeno exercício de pensamento ?

Quem sabe … se planejássemos ir trocando a frota terceirizada, por uma frota crescente de ônibus municipais ?

De maneira bem planejada, talvez conseguíssemos usar nossos próprios serviços em 10, 20 anos … só fazendo um estudo para saber. Mas primeiro, teríamos de admitir a possibilidade. Começaríamos com pouquíssimos carros, que atenderiam de forma circular no centro e grandes polos estudantis. Parte destinaríamos para casos especiais de prioridade médica, e deixaríamos aos poucos de lesar a população no bolso e em seus direitos.

1

Da mesma maneira que a população de Bauru serve com sua força de trabalho as empresas de ônibus que operam aqui, poderia perfeitamente servir também, uma empresa municipal de transportes. Talvez pudesse ser a própria EMDURB, só mudaria o empregador.

E assim, a população através das urnas, poderia colaborar também, com as condições de trabalho dos motoristas, que hoje acumulam a função de cobrador,  não ganham o que merecem, pagam por prejuízos de acidentes e são obrigados a cumprir horários que colocam a população em constante risco de segurança em seu transporte.

Filmamos quase toda a Audiência e seus bastidores. Por hora, disponibilizamos algumas fotos, e colocaremos os vídeos no ar, conforme forem sendo editados. Pedimos paciência devido ao material ser bastante extenso. Algo perto de três horas e meia de gravação.

2Parabéns Bauru, e parabéns senhor Prefeito Rodrigo Agostinho.

Dá para perceber no artigo que discordo em alguns pontos por você defendidos, Rodrigo, contudo admiro muitíssimo sua disponibilidade e coragem de estar no meio da multidão, em dias em que o país treme em suas entranhas. Nossa cidade, nesse sentido, com certeza, sente muito orgulho de seu Prefeito, embora pareça discordar de sua política para os transportes …

Sempre Sem Limites na imaginação. Sempre Bauru.

Paul Sampaio

diretor fundador da Bauru TV

Anúncios