A confiança

Minaram meu caminho

Eram tantos obstáculos,

que muitas vezes parecia estar tudo em trevas,

E acho que realmente estava.

Não via nada.

Parecia como se fossem correntes me prendendo o tempo inteiro.

No lugar onde fui pedir uma palavra de esperança,

encontrei uma pá de cal pra cima dos meus sonhos,

tudo o que havia sobrado pra me dar vontade de crescer.

E ainda assim, preferí não morrer de novo.

Me levantei todas as vezes que caí.

Certas vezes, esse trabalho durou bastante tempo,

mas eu sempre conseguí me levantar, nem que fosse

pra andar mais um pouquinho, e cair de novo.

Depois me levantava e continuava.

O hábito se instalou, e a esperança, o sonho de vencer,

adormeciam, como que esperando por alguém para acordá-los.

Sabendo sempre que esse alguém era eu mesmo.

Mas um dia eu cheguei em definitivo, para o auto-resgate.

Fiquei triste ao ver o que encontrei, mas satisfeito por pelo menos

ter chegado a tempo. Essa existência ainda reserva coisas a fazer.

E o tempo sempre sabe a hora certa de tudo acontecer.

Anúncios